O Voleibol Brasileiro no Mundo

Competições, Notícias e Regras Oficiais.

Bernardinho prevê “ano de novo pacto” na renovação do Volei

Desde segunda-feira, ele treina a Seleção Brasileira masculina de vôlei no CT de Saquarema, com um grupo novo. MarcelinhoAndré HellerAndré Nascimento não estão na equipe. Dante, que havia sido convocado, está liberado para cuidar do filho, que está doente.

O tempo é de firmar um novo acordo por vitórias. Com a ajuda de quem já se despediu, como GustavoAnderson, o técnico prevê um “novo pacto” entre jogadores e comissão técnica da Seleção, como fizeram nos outros anos.

De volta, como está sendo o início de trabalho?
A garotada está chegando aí. Mas ainda faltam quatro jogadores. O Giba perdeu a final lá na Rússia na sexta-feira; o Rodrigão saiu na semifinal na Itália, mas deve ficar uns dias com a família; e tem ainda o Leandro Vissotto e o João Paulo Bravo, que estão na final do Campeonato Italiano. Ainda vou conversar com eles sobre a programação. A rapaziada mais nova deve chegar logo para já ir se colocando no grupo. O André Nascimento pediu dispensa e o Dante está com o filho meio doente (ano passado, o jogador também teve de cuidar do filho, que nasceu com um problema cardíaco e passou por uma cirurgia). Ele tem coisas muito importantes na vida para cuidar nesse momento porque não é um problema de saúde tão simples. Depois, vamos cuidar da parte física dele e seguir com ele, sem pressão.

João Paulo Bravo no Ataque e Leandro Visoto no bloqueio

João Paulo Bravo no Ataque e Leandro Vissotto no bloqueio

Muitos convocados já tiveram passagens pela Seleção adulta, mas sem tantas chances de atuar. Como será o trabalho com o grupo?
A idéia é que, daqui a duas ou três semanas, a gente vá para a Europa, para dar uma rodagem maior para esses caras, porque a garotada precisa de quilometragem. Em 2009, será a vez de detectarmos o grupo de 16 ou 18 jogadores que vamos trabalhar nos próximos anos. É claro que se alguém se destacar dos juvenis ou a gente vir alguém que pode chegar, vamos chamá-lo também. Paralelamente, vamos buscar os resultados, tentando nos manter entre os melhores. Em todas as posições, vamos precisar desenvolver jogadores que possam suprir as ausências.

Como você analisa a posição de levantador, com Bruno, Raphael e Marlon? O Bruno parte em vantagem para ser titular?

Bruno é novo, mas já com rodagem. Mas quero jogadores experientes também para ter respaldo. O Raphael, por exemplo, já esteve com a gente em 2005. É difícil falar em titular agora. Pode até ser uma tendência, mas não há nada garantido. O Bruno pode ter uma condição de largada privilegiada. O Dunga sempre diz que Seleção é momento e há alguns anos o Bruno vem bem. Mas temos que ver também os treinos. É preciso saber jogar e demonstrar isso nos jogos.

Marlon Yared

Marlon Yared

Você já conversou com esse grupo sobre esse novo ciclo?
Vai ser um ano de muita ralação e de um novo pacto. Estou esperando o grupo ficar inteiro para conversar isso com eles. Vamos olhar nos olhos e ver quem está disposto a pagar o preço, que será ainda mais alto.

Você pensa em contar com o Gustavo e o Anderson, de alguma forma?
Todos serão chamados. Todos são amigos que vou querer para sempre perto de mim e vou querer que eles estejam por aqui para ajudar a construir algo parecido com o que foi o grupo anterior, já que será difícil fazer igual. Quero que eles estejam juntos para orientar os caras.

Anúncios

7 de maio de 2009 - Posted by | Notícias, Temporada 2009

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: