O Voleibol Brasileiro no Mundo

Competições, Notícias e Regras Oficiais.

Comparativo Quadra x Praia

Quadra Praia
ÁREA DE JOGO:

  • 18 x 9m com área livre mínima de 3m e 7m de altura. Em competições mundiais são 5m lateral e 8m no fundo e 12,5m na altura.
  • linha central, linha de ataque, linhas pontilhadas e linhas da zona de saque (5cm).
  • FIVB linhas brancas, cores claras e  contrastantes entre a quadra de jogo e a zona livre.
  • Existem Zonas de frente, de substituição, de aquecimento para os reservas e de penalidade
ÁREA DE JOGO:

  • 16 x 8m com área livre mínima de 3m  7m de altura. Em competições mundiais são de 5 a 6m lateral e no fundo e 12,5m na altura.
  • Só existem as linhas de delimitação da quadra (5 a 8cm) sem linha central.
  • 40cm de profundidade de areia.
  • linhas coloridas contrastantes e de material flexível.
  • Só zona de saque, também de 8m
TEMPERATURA E ILUMINAÇÃO

  • mínimo de 10ºC (50ºF)
  • Para competições mundiais temperatura entre 16ºC (61ºF) e 25ºC (77ºF) e de 1000 a 1500 Luxes.

TEMPO E ILUMINAÇÃO

  • as condições climáticas não devem apresentar risco de lesão para os jogadores. Não há limites fixos.
  • Para competições mundiais jogadas à noite é que há os 1000 a 1500 Luxes.
REDE E POSTES:

  • 9,50 ou 10m de comprimento.
  • Faixa horizontal superior (7cm) e inferior (5cm) de cor BRANCA, malhas pretas.
  • pode aproximar a mão/corpo para desviar a bola que vem em direção à rede
  • tocar a rede NÃO É FALTA, exceto se o contato ocorre na ação de jogar a bola ou interfere na jogada
  • só altura 2,43m Masc. e 2,24m Fem está prevista na regra
  • postes ficam a 0,5m/1m das linhas laterais

REDE E POSTES:

  • 8,50m (+/- 3cm) de comprimento. (FIVB rede especial, SWATCH NET, com exatos 8m, malhas menores e publicidade)
  • Faixa horizontal SUPERIOR E INFERIOR (7 a 10cm ambas) de cor azul escuro ou brilhante, malhas qualquer cor.
  • aproximar a mão/corpo para desviar a bola que vem em direção à rede É FALTA DE REDE!
    • tocar a rede SEMPRE É FALTA, exceto toque acidental do cabelo
    • altura 2,43m Masc. e 2,24m Fem e diferentes alturas para diferentes idades já previstas na regras: 2m (M/F até 12 anos), 2,12 (M/F até 14 anos) e 2,24 (M/F até 16 anos)
    • postes ficam a 0,7m/1m das linhas laterais
FAIXAS LATERAIS:

  • brancas

FAIXAS LATERAIS:

  • mesma largura e cor das linhas (permitida publicidade)
BOLA:

  • feita de couro ou couro sintético
  • cor clara uniforme ou combinação de cores.
  • pressão: 0,3 a 0,325 kg/cm²
  • circunferência: 65/67cm

BOLA:

  • feita de couro, couro sintético ou outro material que não absorva umidade
  • cor BRILHANTE uniforme ou combinação de cores.
  • pressão: 0,175 a 0,225 kg/cm²
  • circunferência: 66/68cm
EQUIPES E LOCALIZAÇÃO:

  • 12 atletas
  • técnico, assistente, médico ou massagista
  • pode ter líbero
  • cada equipe permanece do mesmo lado da quadra até o fim do set
  • os reservas ficam sentados ou na área de aquecimento e não podem usar bola durante tempos e tempos técnicos, só nos intervalos e fora da quadra de jogo
  • banco de reservas deve ficar ao lado da mesa do apontador fora da zona livre

EQUIPES:

  • SOMENTE os DOIS atletas
  • técnico (CBV sim – FIVB não; a regra expressamente PROÍBE técnico e instruções)
  • há trocas de lado durante o set
  • não é proibido o uso da bola durante tempos, tempos técnicos e intervalos
  • cadeiras devem ficar a 3m, no mínimo da mesa do apontador e a 5m da quadra
UNIFORME:

  • calção, camiseta, meia e tênis idênticos, exceto líbero.
  • numeração 1 a 18 no peito (15cm) e nas costas (20cm), 2cm largura.
  • em competições mundiais dever ter número também no calção (4 a 6cm e 1 cm largura)
  • pode-se autorizar a jogar descalço.
UNIFORME:

  • Bermuda/sunquini(FIVB medida padrão), camiseta/top (de acordo com o torneio); expressamente autoriza o uso de boné
  • numeração 1 e 2 no peito (10cm), 1,5cm largura. Se jogar sem camiseta o número é obrigatório na frente do calção
  • deve jogar descalço; pode-se autorizar a jogar de tênis/meias.
CAPITÃO:

  • somente ele pode falar com árbitros.
  • capitão identificado (8x2cm)
CAPITÃO:

  • AMBOS os atletas podem falar com árbitros.
    • capitão só é identificado na súmula.
FORMA DE DISPUTA E PONTOS:

  • 5 sets: 1º-4º c/ 25 pontos e o 5º c/ 15, pontos, sem limite de pontos e com 2 de diferença.
  • “rally point system”
FORMA DE DISPUTA E PONTOS:

  • CBV: 2 sets de 18 pontos e o 3º com 15 pontos, sem limite de pontos e com 2 de diferença.
  • FIVB: 2 sets de 21 pontos e o 3º com 15 pontos, sem limite de pontos e com 2 de diferença
SORTEIO E AQUECIMENTO:

  • antes do 1º e do 5º set (decisivo)
  • o ganhador escolhe entre sacar, receber ou a quadra.
  • nos demais sets saca primeiro quem não sacou primeiro no set anterior.
  • aquecimento na rede de 3min ou 5min para cada equipe, ou, se juntos, soma-se (6min ou 10min).
SORTEIO E AQUECIMENTO:

  • antes do 1º e do 3º set (decisivo).
  • o ganhador escolhe entre sacar, receber ou a quadra.
  • para o 2º set o perdedor do sorteio inicial é quem tem o direito de escolher entre sacar, receber ou a quadra.
  • aquecimento na rede de 3min ou 5min no total SEM soma.

POSIÇÕES E FALTASSUBSTITUIÇÕESLÍBERO:

  • seis titulares e seis reservas
  • até seis substituições por set
  • posições “fixas” na quadra (1,2,3,4,5,6) com falta de posição.
  • falta de rotação
  • líbero é opcional
  • substituição por expulsão e excepcional

POSIÇÕES E FALTASSUBSTITUIÇÕESLÍBERO:

  • somente a dupla sem QUALQUER possibilidade de substituição
  • SEM posições “fixas” e SEM falta de posição.
  • SEM FALTA DE ROTAÇÃO
  • SEM líbero
  • expulsão acarreta a perda do set
BOLA DENTRO:

  • toca o solo dentro ou PARTE da linha.
BOLA DENTRO:

  • toca o solo dentro
  • toca a linha, MESMO QUE CAIA COMPLETAMENTE FORA DA QUADRA.
CARACTERÍSTICAS DO TOQUE:

  • “duplo contato” permitido na primeira ação em QUALQUER SITUAÇÃO, desde que numa única ação.
  • a bola não pode ser retida ou lançada EM NENHUMA SITUAÇÃO.
  • “bola presa” entre dois oponentes no bloqueio é falta dupla.
CARACTERÍSTICAS DO TOQUE:

  • “duplo contato” permitido na primeira ação EXCETO SE FOR DE VOLEIO/TOQUE;
  • É PERMITIDO “DUPLO CONTATO” E “RETER MOMENTANEAMENTE” A BOLA COM OS DEDOS NUMA AÇÃO DEFENSIVA DE QUALQUER BOLA DIRIGIDA COM VIOLÊNCIA (p/ ex. retorno do bloqueio)
  • “bola presa” (“mão de ferro”) entre dois oponentes no bloqueio NÃO é falta, a equipe que recebe a bola tem direito a mais 3 toques.
BOLA EM DIREÇÃO À REDE:

  • se pisar na quadra adversária para tentar recuperar é falta.
  • invasão (linha central é a referência) é sempre falta.
BOLA EM DIREÇÃO À REDE:

  • pode “invadir” (pisar na quadra adversária) para buscar a bola, bem como para impedir que a bola passe sob a rede
  • não existe invasão, só INTERFERÊNCIA, se influir na habilidade do oponente jogar a bola.
SAQUE:

  • 8s para executar o saque após o apito.
  • sacador errado é falta assinalada após o saque.
  • Se o sacador errado fizer pontos, eles são anulados, corrige-se a ordem de saque e a equipe perde o “rally”.
SAQUE:

  • 5s para executar o saque após o apito.
  • NÃO pode haver sacador “errado” – o apontador deve avisar.
  • Se o sacador errado fizer pontos ESTES NÃO SÃO ANULADOS, somente corrige-se o sacador, que segue sacando.
BARREIRA:

  • se ocorrer, assinala-se a falta.
BARREIRA:

  • se ocorrer, o atleta deve mover-se a uma solicitação do adversário.
GOLPE DE ATAQUE:

  • restrições ao líbero e jogador da linha de trás.
  • pode “pingar” a bola com uma mão aberta(ponta dos dedos).
  • pode enviar a bola de toque em qualquer direção.
  • proibido atacar a bola que vem do saque se ela está mais alta do que o topo da rede e na zona de frente
GOLPE DE ATAQUE:

  • NÃO pode “pingar” a bola com uma mão aberta(ponta dos dedos).
  • NÃO pode enviar a bola de toque a não ser em trajetória perpendicular (frente e trás) aos ombro (estabilizado), ou quando está “levantando” para o companheiro.
  • proibido atacar a bola que vem do saque se ela está mais alta do que o topo da rede DE QUALQUER LOCAL DA QUADRA.
BLOQUEIO:

  • NÃO conta no limite de três toques; quem bloqueia pode tocar em seguida e é o PRIMEIRO toque da equipe.
  • restrição de bloqueio pelo líbero (inclusive tentativa) e jogadores de trás
BLOQUEIO:

  • CONTA no limite de três toques; quem bloqueia pode tocar em seguida, mas é o SEGUNDO toque da equipe.
  • qualquer um pode bloquear, inclusive duplo

INTERRUPÇÕES REGULAMENTARES:

  • Dois tempos de 30s por set.
  • 2 tempos técnicos de 60s (8º e 16º pontos), do 1º ao 4º set. No 5º set não.
  • até 6 substituições
  • somente técnico ou capitão podem solicitar tempo e substituição.

INTERRUPÇÕES REGULAMENTARES:

  • Na CBV, um tempos de 30 segundos nos dois primeiros sets e dois tempos de 30s no 3º set. (Na FIVB só um tempo de 30s em cada um dos sets).
  • Um tempo técnico de 30s no 1º e no 2º set. Na CBV com a soma de 16 pontos (2ª troca). Na FIVB com a soma de 21 pontos (3ª troca)
  • QUALQUER atleta (ou técnico, CBV) pode solicitar um tempo.
TEMPO ENTRE OS RALLYS:

  • sem limite específico entre cada rally.
TEMPO ENTRE OS RALLYS:

  • 12s entre cada rally, podendo ir até 15s, ou mais dependendo das condições climáticas (CBV 15s).
RETARDAMENTOS:

  • retardamentos SÃO cumulativos NA PARTIDA
  • ADVERTÊNCIA é sem cartão, só há a sinalização apontando o pulso (nº 25)
  • PENALIDADE é com o cartão amarelo
RETARDAMENTOS:

  • retardamentos são cumulativos para cada SET
  • ADVERTÊNCIA é com cartão amarelo
  • PENALIDADE é com o cartão vermelho
LESÃO:

  • uma lesão determina a substituição do atleta de forma normal ou excepcional.
  • se não houver possibilidade de substituição é dado TRÊS minutos para o atleta recuperar-se.
LESÃO:

  • é dado CINCO minutos para o atleta recuperar-se (um tempo médico por jogador por partida).
  • pode haver atendimento médico na quadra e o médico pode impedir que o atleta continue jogando.
INTERRUPÇÃO PROLONGADA:

  • interrupção (ões) de menos de 4h no total: se reinicia na mesma quadra, mantém o placar e formação das equipes do set; se reinicia noutra quadra o set é cancelado, mas mantém a mesma formação e jogadores
INTERRUPÇÃO PROLONGADA:

  • interrupção (ões) de menos de 4h no total: SEMPRE mantém o mesmo placar e formação das equipes do set, mesmo se reinicia noutra quadra.
TROCAS DE QUADRA:

  • ao final de cada set troca-se de quadra.
  • no set decisivo troca-se no 8º ponto.
  • o tempo de intervalo entre os sets é de TRÊS minutos.
  • entre o 2º e 3º set pode haver intervalo de até 10min.
  • os reservas trocam de banco.
TROCAS DE QUADRA:

  • Na CBV, no 1º e 2º sets a troca de quadra é a cada soma de 8 pontos e no 3º set a cada soma de 5 pontos. A troca pode durar, no máximo, 15s.
  • Na FIVB, no 1º e 2º sets a troca de quadra é a cada soma de 7 de pontos e no 3º set a cada soma de 5 pontos. A troca pode durar, no máximo, 12s.
  • o tempo de intervalo entre os sets é de UM minuto.
  • o banco para descanso das equipes é o mesmo durante todo o jogo.
PENALIDADES:

  • condutas incorretas menores: advertência verbal sem cartão
  • cartão amarelo: perda do rally
  • cartão vermelho: expulsão (vai para a área de penalidade)
  • ambos os cartões juntos: desqualificação
  • não existe conduta previamente definida para receber penalidade
PENALIDADES:

  • cartão amarelo: advertência
  • cartão vermelho: perda do rally É possível mais de um cartão vermelho no mesmo set para o mesmo atleta/técnico
  • ambos os cartões juntos: expulsão
  • ambos cartões separados: desqualificação
  • atleta que atravessa a quadra para ver a marca da bola
  • que apaga a marca da bola
  • ou que “envia” a bola para fora da arena
SINALIZAÇÃO:

  • sempre sinaliza a falta e,  se necessário, o jogador faltoso.
SINALIZAÇÃO:

  • sinaliza a falta e o jogador faltoso, QUANDO necessário.
Anúncios

7 de maio de 2009 - Posted by | Orientações Gerais, Regras Oficiais

4 Comentários »

  1. como é o posicionamento das pessoas que estao jogando voleibol?

    Comentário por clarice | 17 de maio de 2009

  2. Olá Clarice…

    O jogo

    Posicionamento e rotação
    No início de cada set, o jogador que ocupa a posição 1 realiza o saque, e, acerta a bola com a mão tencionando fazê-la atravessar o espaço aéreo delimitado pelas duas antenas e aterrissar na quadra adversária. Os oponentes devem então fazer a bola retornar tocando-a no máximo três vezes, e evitando que o mesmo jogador toque-a por duas vezes consecutivas.

    O primeiro contato com a bola após o saque é denominado recepção ou passe, e seu objetivo primordial é evitar que ela atinja uma área válida do campo. Segue-se então usualmente o levantamento, que procura colocar a bola no ar de modo a permitir que um terceiro jogador realize o ataque, ou seja, acerte-a de forma a fazê-la aterrissar na quadra adversária, conquistando deste modo o ponto.

    No momento em que o time adversário vai atacar, os jogadores que ocupam as posições 2, 3 e 4 podem saltar e estender os braços, numa tentativa de impedir ou dificultar a passagem da bola por sobre a rede. Este movimento é denominado bloqueio, e não é permitido para os outros três atletas que compõem o restante da equipe.

    Em termos técnicos, os jogadores que ocupam as posições 10, 9 e 2 só podem acertar a bola acima da altura da rede em direção à quadra adversária se estiverem no “fundo” de sua própria quadra. Por esta razão, não só o bloqueio torna-se impossível, como restrições adicionais se aplicam ao ataque. Para atacar do fundo, o atleta deve saltar sem tocar com os pés na linha de três metros ou na área por ela delimitada; o contato posterior com a bola, contudo, pode ocorrer no espaço aéreo frontal.

    Após o ataque adversário, o time procura interceptar a trajetória da bola com os braços ou com outras partes do corpo para evitar que ela aterrisse na quadra. Se obtém sucesso, diz-se que foi feita uma defesa, e seguem-se novos levantamento e ataque. O jogo continua até que uma das equipes cometa um erro ou consiga fazer a bola tocar o campo do lado oponente. Se o time que conquistou o ponto não foi o mesmo que havia sacado, os jogadores devem deslocar-se em sentido horário, passando a ocupar a próxima posição de número inferior à sua na quadra (ou a posição 3, no caso do atleta que ocupava a posição 4). Este movimento é denominado rodízio.

    Vc poderá observar isso no site,

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Voleibol

    ….espero ter ajudado…

    Frederico Nakui

    Comentário por Nakui | 21 de maio de 2009

  3. nossa vc me ajudou muito com um trabalho de ed. fisica agradeço pala ajuda……continue asim ajudando as pessoas porque eu sei q assim como eu vc ja ajudou muitas pessoas.
    obrigadooooo

    Comentário por camila | 28 de fevereiro de 2010

  4. muito obrigada pela ajuda

    Comentário por joice | 22 de junho de 2010


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: