O Voleibol Brasileiro no Mundo

Competições, Notícias e Regras Oficiais.

Campeões dos Jogos da Juventude do Paraná

Nada menos que 22 campeões foram conhecidos nessa sexta-feira (2/10), no último dia de disputa da fase final dos 23.º Jogos da Juventude do Paraná (Jojup’s), em Umuarama. Foram 16 campeões das modalidades coletivas (basquetebol, futebol, futsal, handebol e vôlei) e 6 das individuais (ciclismo, natação e tênis de mesa). Dois das coletivas já eram conhecidos, Ponta Grossa (basquete, Divisão A, feminino) e Curitiba (futebol, Divisão A), assim como outros 15 municípios do atletismo, ginástica rítmica, judô, karatê, tênis, taekwondo, vôlei de praia e xadrez, no masculino e feminino, a exceção da ginástica só disputada pelo sexo feminino.

Alguns dos campeões nessa sexta-feira foram: Marechal Cândido Rondon (basquetebol, Divisão B, masculino), que derrotou Imbituva na final, por 76 a 27; Colombo (futebol, disputado só pelo sexo masculino, Divisão B), que ganhou a decisão de Ubiratã, por 2 a 0; Campo Mourão (futsal, Divisão B, masculino), que goleou Astorga na final, por 8 a 1; Colombo (handebol, Divisão B, feminino), que passou por Santo Antônio do Sudoeste, por 24 a 13; e Maringá (vôlei, Divisão A, feminino), que faturou Curitiba, por 3 a 0, no jogo decisivo.

“Foi um dia de muitas decisões, todas dentro de uma programação elaborada conforme o número de participantes em cada modalidade. Estamos felizes porque tudo deu certo, premiando as melhores equipes, depois de oito dias de jornada, com os atletas atuando praticamente todos os dias. Algumas equipes até tiveram problemas com desgaste físico, mas a maioria mostrou-se bem preparada para uma competição nesses moldes. Parabéns a todos, aos campeões, vices, terceiros e aos demais participantes”, cumprimenta o diretor-presidente da Paraná Esporte, Marco Aurélio Saldanha Rocha.

Nos oito dias de competições em Umuarama, estiveram em ação, em 16 modalidades, 541 equipes de 96 municípios, num total de 4.611 atletas com até 18 anos de idade. Duas equipes de Itambaracá, de futebol e ginástica rítmica, desistiram na última hora. A competição teve início com a fase regional nas oito regiões esportivas do Estado, em junho, quando as equipes da Divisão B das modalidades coletivas (basquete, futebol, futsal, handebol, vôlei e vôlei de praia) e xadrez, envolvendo mais de 10 mil atletas, disputaram a classificação para a fase final.

A promoção foi da Paraná Esporte em parceria com o município de Umuarama. Esse ofereceu a estrutura física, com instalações públicas e privadas. Coube ao Governo do Estado a organização técnica e os custos com a alimentação, taxas de arbitragens, premiação (troféus e medalhas aos três primeiros de cada modalidade, divisão e sexo) e material esportivo. Também foi entregue o Troféu Disciplina para as três delegações com menor número de processos no Tribunal Especial de Justiça Desportiva proporcionalmente ao número de equipes participantes por município: Curitiba, Maringá e Ponta Grossa. Como alojamentos foram utilizados colégios públicos estaduais e municipais.

Modalidades 
Atletismo 
Feminino 
1.º – Londrina 
2.º – Campo Mourão 
3.º – Medianeira 
Masculino 
1.º – Londrina 
2.º – Maringá 
3.º – Curitiba 

Basquetebol 
Divisão A 
Feminino 
1.º – Ponta Grossa 
2.º – Toledo 
3.º – Curitiba 
Masculino 
1.º – Londrina 
2.º – Toledo 
3.º – Campo Mourão 
Divisão B 
Feminino 
1.º – Medianeira 
2.º – Campo Mourão 
3.º – Palmas 
Masculino 
1.º – Marechal Cândido Rondon 
2.º – Imbituva 
3.º – Palmas 

Ciclismo 
Feminino 
1.º – Paranavaí 
2.º – Maringá 
3.º – Londrina 
Masculino 
1.º – Curitiba 
2.º – Londrina 
3.º – Paranavaí 

Futebol 
Divisão A 
Masculino 
1.º – Curitiba 
2.º – Cascavel 
3.º – Cambé 
Divisão B 
Masculino 
1.º – Colombo 
2.º – Ubiratã 
3.º – Cidade Gaúcha 

Futsal 
Divisão A 
Feminino 
1.º – Campo Mourão 
2.º – Londrina 
3.º – Guarapuava 
Masculino 
1.º – Altônia 
2.º – Foz do Iguaçu 
3.º – Curitiba 
Divisão B 
Feminino 
1.º – Pato Branco 
2.º – Ponta Grossa 
3.º – Céu Azul 
Masculino 
1.º – Campo Mourão 
2.º – Astorga 
3.º – Nova Aurora 

Ginástica rítmica 
1.º – Toledo 
2.º – Londrina 
3.º – Curitiba 

Handebol 
Divisão A 
Feminino 
1.º – Cianorte 
2.º – Cascavel 
3.º – Ponta Grossa 
Masculino 
1.º – São Miguel do Iguaçu 
2.º – Londrina 
3.º – Marechal Cândido Rondon 
Divisão B 
Feminino 
1.º – Colombo 
2.º – Santo Antônio do Sudoeste 
3.º – Palmeira 
Masculino 
1.º – Maringá 
2.º – Corbélia 
3.º – Colorado 

Judô 
Feminino 
1.º – Curitiba 
2.º – Toledo 
3.º – Maringá 
Masculino 
1.º – Curitiba 
2.º – Cascavel 
3.º – Maringá 

Karatê 
Feminino 
1.º – Maringá 
2.º – Londrina 
3.º – Araucária 
Masculino 
1.º – Araucária 
2.º – Londrina 
3.º – Cascavel 

Taekwondo 
Feminino 
1.º – Maringá 
2.º – Londrina 
3.º – Cascavel 
Masculino 
1.º – Maringá 
2.º – Cascavel 
3.º – Ponta Grossa 

Tênis 
Feminino 
1.º – Londrina 
2.º – Curitiba 
3.º – Maringá 
Masculino 
1.º – Maringá 
2.º – Londrina 
3.º – Umuarama 

Tênis de mesa 
Feminino 
1.º – Curitiba 
2.º – Londrina 
3.º – Cascavel 
Masculino 
1.º – Londrina 
2.º – Campo Mourão 
3.º – Cascavel 

Vôlei 
Divisão A 
Feminino 
1.º – Maringá 
2.º – Curitiba 
3.º – Marechal Cândido Rondon 
Masculino 
1.º – Maringá 
2.º – Ponta Grossa 
3.º – Cianorte 
Divisão B 
Feminino 
1.º – Ponta Grossa 
2.º – Toledo 
3.º – Londrina 
Masculino 
1.º – Araucária 
2.º – Castro 
3.º – Francisco Beltrão 

Vôlei de praia 
Feminino 
1.º – Maringá 
2.º – Londrina 
3.º – Paranavaí 
Masculino 
1.º – Londrina 
2.º – Maringá 
3.º – Paranavaí 

Xadrez 
Feminino 
1.º – Paranavaí 
2.º – Campo Mourão 
3.º – Londrina 
Masculino 
1.º – Londrina 
2.º – Foz do Iguaçu 
3.º – Ponta Grossa 

Observações: nas modalidades coletivas (exceção do vôlei de praia) há acesso e descenso para 2010, com o número variando de dois a três municípios conforme a quantidade de equipes por região. Assim, o terceiro colocado da Divisão B corre risco de não subir. A classificação da natação ainda não foi liberada pela Federação Paranaense de Desportos Aquáticos.

Anúncios

16 de outubro de 2009 Posted by | JOJUP'S, Notícias, Temporada 2009 | Deixe um comentário

Bernardinho visita programa na Paraná Esporte

As crianças das turmas da manhã dessa segunda-feira (5/10) e do início do período da tarde, no núcleo da Paraná Esporte do Programa Esporte Cidadão Unilever, tiveram uma grande surpresa: a visita do técnico da seleção brasileira masculina de vôlei Bernadinho. Como ele faria uma palestra em Curitiba, antecipou a viagem em algumas horas para fazer contato com as crianças do projeto, que funciona há quase 12 anos no Paraná – até o ano passado com o nome Rexona-Ades.

Bernadinho, presidente do Instituto Compartilhar, que mantem a parceria com a Unilever e o Governo do Paraná para o funcionamento do Programa Esporte Cidadão Unilever, sempre que tem folga na agenda visita os núcleos no Paraná e também de São Paulo e Rio de Janeiro, onde faz o mesmo trabalho. “Nunca deixamos de acompanhar as atividades com nossos parceiros, mas esse contato direto com os alunos é especial para mim, porque eles transmitem entusiasmos que mostram que estamos no caminho certo.”

Durante os dois horários, Bernadinho falou com as crianças (a maioria no horário) e respondeu a muitas perguntas, abordando principalmente a sua carreira de sucesso como jogador e treinador da seleção brasileira. E não se incomodou com o tamanho das filas para ganhar autógrafos. Todos foram atendidos com muitas palavras de incentivos.
O diretor-presidente da Paraná Esporte, Marco Aurélio Saldanha Rocha, compareceu para cumprimentar o treinador da seleção e também transmitiu um recado às crianças: “Vocês são a continuidade do sucesso do vôlei no Paraná e no Brasil. Não ficarei surpreso se tivermos alguns atletas daqui na seleção que vai disputar as Olimpíadas do Rio de Janeiro.

Olimpíadas também foi assunto nas indagações ao técnico Bernardinho. “O Brasil, mais uma vez, demonstra seu potencial para realizar grandes eventos. Espero que essa conquista represente uma importante oportunidade, principalmente para os jovens, já que o esporte vai ser fomentado, com incentivo nas categorias de base. Certamente, durante esse período que antecede os Jogos, serão revelados grandes talentos.”


Programa
Segundo a coordenadora do Instituto Compartilhar no Paraná, Dora Castanheira, o programa funciona no Estado com 20 núcleos, atendendo aproximadamente 3.600 crianças e jovens, dos 7 aos 17 anos. Dois núcleos estão em Curitiba, o maior deles na sede da Paraná Esporte, no Capão da Imbuia, com 800 alunos, e na Universidade Tuiuti. 
No ginásio de vôlei na Paraná Esporte, os alunos têm aulas duas vezes por semana, ou às segundas e quartas-feiras ou às terças e quintas, com a duração de uma uma hora em cada dia. São três horários pela manhã e três à tarde, com três turmas de 20 a 25 alunos ou média de 70 por hora.
Os outros 18 núcleos do Paraná estão no interior, atendendo em média 140 alunos em cada um: Apucarana, Campo Largo, Campo Mourão, Cascavel, Castro, Cianorte, Cornélio Procópio, Francisco Beltrão, Guarapuava, Ibaiti, Loanda, Londrina, Maringá, Paranavaí, Pato Branco, Pitanga, Ponta Grossa e Toledo.
O Programa Esporte Cidadão Unilever tem o objetivo de transformar a vida de crianças e jovens de baixa renda, dando-lhes oportunidades e buscando a inclusão e equidade social por meio do esporte. “Nossa preocupação é ter o esporte como instrumento para ensinar valores de cidadania, bem-estar, cooperação, respeito, ou seja, transformar a vida e a perspectiva das crianças e jovens de baixa renda”, define Dora Castanheira.

16 de outubro de 2009 Posted by | Notícias | Deixe um comentário